Segunda à sexta - 7:30 - 18:00

Sabados e domingos - Não atendemos

BENTO GONÇALVES: (54) 3052 0606

CARLOS BARBOSA: (54) 3461 8960

GUAPORÉ: (54) 3443 4542

NOVA BASSANO: (54) 2120 9990

NOVA PRATA: (54) 3242.7626

PARAÍ: (54) 2116 5003

VERANÓPOLIS: (54) 3441 1333/ 1229

VERANÓPOLIS: (54) 3441 1555

Onde estamos

Venha nos visitar

Dúvidas frequentes

A CVD preparou uma área exclusiva com perguntas e respostas que vão ajudar você a sanar dúvidas.

Política de Privacidade do CVD

O CVD Diagnóstico por Imagem entende como sensível e relevante os registros eletrônicos e dados pessoais do paciente/cliente coletados durante o atendimento nas suas unidades e registrados nos sistemas RIS e PACS da empresa, servindo a presente Política de Privacidade e Proteção de dados para regular, de forma simples, transparente e objetiva, quais dados e informações serão obtidos, assim como quando os mesmos poderão ser utilizados.

Esta política define também as pessoas envolvidas:

Dono dos dados (Titular dos dados): Clientes, pacientes e funcionários do CVD.

Controlador dos dados: Advogado e/ou administrador do CVD.

Operador dos dados: Todos funcionários do CVD que registram, operam e tem acesso aos dados nos sistemas (recepcionistas, médicos, faturistas, telefonistas, auxiliares administrativos, técnicos em enfermagem, enfermeiros, técnicos em informática e etc, além de empresas terceirizadas contratadas de contabilidade, realização de exames e laudos, informática, etc.).

Encarregado pelos dados - DPO: Profissional de TI.

ANP: Agência nacional de proteção de dados

 

I. Quais dados o CVD utiliza /Discovery de dados / Levantamento e inventário de dados

O CVD coleta dados do paciente ainda durante o seu pré-cadastro para agendamento e durante o atendimento presencial das unidades da empresa.

Os dados cadastrados são: Nome completo, sexo, Número de identidade, Número do CPF, Telefones de contato e endereço de residência, estes dados são registrados no sistema RIS.

Dados sensíveis do cliente: Além de dados gerais, devido a natureza de sua operação, se faz necessária a coleta de informações adicionais sobre o estado clínico do paciente, dados estes, fornecidos pelo paciente ou acompanhante durante o atendimento do(s) exames sob ciência e concordância do paciente. Os dados sensíveis aqui adquiridos são: história clínica do paciente, estado atual, sinais vitais, uso de medicações, queixa principal, cirurgias prévias, alergias, comorbidades, estado de gravidez e demais questões relacionadas à saúde do cliente.

II. Como o CVD utiliza os dados

As informações coletadas pelo CVD têm como finalidade exclusiva a realização do exame, seu diagnóstico e encaminhamento para o médico assistente do paciente. Além desta atividade principal, o CVD encaminha guia de autorização, cópia do pedido médico e possivelmente o laudo do(s) exame(s) realizado(s) para o Convênio utilizado pelo paciente e/ou Hospital de origem do paciente.

 

IV. Com quem compartilhamos os dados

O CVD possui um corpo clínico formado por médicos prestadores de serviço, responsáveis pela análise do exame emissão do laudo. Estes laudos e imagens podem vir a serem compartilhados com secretarias de saúde, empresas, hospitais interligados e médico assistente do paciente e convênio do mesmo. Deste modo, poderá compartilhar as informações coletadas por meio do sistema PACS nas seguintes hipóteses:

i. Com a empresa pela qual o exame de rotina (admissional, rotina ou demissão) o paciente está vinculado

ii. Com secretarias de saúde, autorizadoras do exame pelo sistema único de saúde ou através de recursos próprios;

iii. Para proteção dos interesses do CVD em qualquer tipo de conflito, incluindo ações judiciais;

iv. Com o médico assistente do paciente e/ou solicitante do exame.

v. Mediante ordem judicial ou pelo requerimento de autoridades administrativas que detenham competência legal para sua requisição.

vi. Com convênios médicos para fins de faturamento e recebimento pelo exame executado.

 

V. Como o CVD mantém os dados seguros

O CVD armazena as informações coletadas em seus sistemas (RIS E PACS) em servidores próprios ou por ela contratados.

i. O CVD utiliza os métodos padrão e de mercado para criptografar os dados coletados;

ii. O CVD possui proteção contra acesso não autorizado a seus sistemas: Uso de firewalls em todas as unidades, tráfego criptografado e uso de certificados de segurança SSL, grupos de permissões de acessos de acordo com o nível hierárquico.

iii. O CVD somente autoriza o acesso de pessoas previamente estabelecidas ao local onde são armazenadas as informações coletadas;

iv. Aqueles que entrarem em contato com as informações deverão se comprometer a manter sigilo absoluto. A quebra do sigilo acarretará responsabilidade civil e o responsável será responsabilizado nos moldes da legislação brasileira; e

v. Manutenção do inventário indicando momento, duração, identidade do funcionário, ou do responsável pelo acesso e o arquivo objeto, com base nos registros de conexão e de acesso a aplicações.

VI. Retenção das informações coletadas

As informações coletadas pelo CVD (Dados gerais, dados sensíveis, imagens e laudo) sobre o seu paciente poderão ser excluídas quando o usuário solicitar a eliminação de seus dados pessoais ou revogar os termos de consentimento previamente assinados. Caso contrário, o CVD preconiza que os dados, já considerados “prontuário do paciente” são retidos por tempo indeterminado, e, minimamente por 20 anos, de acordo com a lei 13787 de 2018.

Os documentos e histórico profissional dos funcionários do CVD são mantidos minimamente por 30 anos na empresa.

VII. Direitos do Cliente do CVD

Em cumprimento à regulamentação aplicável, no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais, o CVD respeita e garante ao Usuário, a possibilidade de apresentação de solicitações baseadas nos seguintes direitos:

i) a confirmação da existência de tratamento;

ii) o acesso aos dados;

iii) a correção de dados incompletos, inexatos ou desatualizados;

iv) a anonimização, bloqueio ou eliminação de dados desnecessários, excessivos ou tratados em desconformidade;

v) a portabilidade de seus dados a outro fornecedor de serviço ou produto, mediante requisição expressa pelo Usuário;

vi) a eliminação dos dados tratados com consentimento do Usuário;

ix) a revogação do(s) consentimento(s).

O Usuário fica ciente de que a exclusão das informações essenciais para gestão de seu prontuário de exames de imagem junto ao CVD implicará no término de seu cadastro, com consequente cancelamento dos serviços então prestados. O CVD empreenderá todos os esforços para atender tais pedidos no menor espaço de tempo possível.

VERANÓPOLIS

Anexo a Clinica Nossa Senhora de Lourdes

(54) 3441 1333/ 1229

VERANÓPOLIS

Anexo ao Hospital São Peregrino Lazziozi

(54) 3441 1555

PARAÍ

Anexo ao Hospital N. Sra. Aparecida

(54) 2116 5003

NOVA PRATA

Anexo ao Hospital São João Batista

(54) 3242.7626

NOVA BASSANO

Anexo ao Hospital N. S. de Lourdes

(54) 2120 9990

GUAPORÉ

Anexo ao Hospital Manoel Francisco Guerreiro

(54) 3443 4542

CARLOS BARBOSA

Anexo ao Posto de Saúde Central

(54) 3461 8960

BENTO GONÇALVES

Clínica Radiológica Especializada

(54) 3052 0606

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades em seu e-mail.